domingo, 15 de agosto de 2010

Aquablue

If you don't speak portuguese but can read this message in english, please chose the language of your preference in the flags on the upper right.


Boa tarde.

Aquablue é uma série lançada nos 80. Escrita pelo francês Thierry Cailleteau, a série possuiu 3 desenhistas. Nos primeiros quatro números da revista, o traço artístico ficou sob a responsabilidade do talentoso Olivier Vatine. As edições 5, 6 e 7 estão a cargo de Ciro Tota e a oitava e última é desenhada por Stéphane Brangier. A história fala de um planeta que tem 97% de sua superfície tomada por um oceano. Esse planeta se chama Aquablue. A nave de um menino chamado Nao cai nesse planeta. Lá ele cresce longe de seus pais e é reconhecido pelos nativos como um dos seus. Isso se intensifica ainda mais quando o Uruk-Uru (uma criatura marinha que é considerada uma divindade pelos nativos) toma Nao como O Escolhido para guiar o povo à paz e prosperidade.

Anos mais tarde, quando Nao já está na vida adulta, pesquisadores da Terra descobrem Aquablue e querem a todo custo criar usinas hidroelétricas para aproveitar a força da água que existe no planeta, prejudicando, gravemente, o ecossistema do planeta. Nao terá de lutar contra sua própria raça para salvar o povo e o planeta que ele ama. Uma mistura de ficção científica com "eco-bondade". Apenas as quatro primeiras edições foram traduzidas para o português. Se você se interessar, terá de ler as quatro últimas em inglês. É um quadrinho com um traço e uma história fascinante. Com certeza que eu o RECOMENDO [5/5].

Tenha uma boa tarde,

Guilherme.

2 comentários:

  1. Acho que ja li essa Hq, era tua se for essa mesmo e muito boa.

    ResponderExcluir
  2. Era essa mesmo, Breno. Ela realmente é ótima.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails